11/01/2017 08:16

Quantidade de visualizações: 543

Aline Schwaab com Gilvan Melo

Foto ilustrativa

A informação foi repassada à Pioneira pela coordenadora do setor de Vigilância Epidemiológica de Tangará da Serra, enfermeira Juliana Herreiro.

Em Mato Grosso, 61,9 mil meninos deverão ser imunizados contra o HPV nos postos de vacinação do Sistema Único de Saúde neste ano, segundo o Ministério da Saúde. No estado, estão aptos para serem vacinados 60 mil meninos na faixa etária de 12 a 13 anos e 1,8 mil jovens que vivem com HIV/Aids. Até 2016, esse tipo de vacina era dado apenas a meninas.

Em Tangará da Serra, de acordo com a enfermeira, as vacinas ficarão disponíveis nas Unidades de Saúde da Família ao longo do ano. “Desde o dia 01 de janeiro foi introduzida na rotina a vacina do HPV para os meninos de 12 a 13 anos. Não é uma campanha; todos os dias durante o ano inteiro nós teremos disponível essa vacina”.

Segundo Juliana Herreiro, o município conta com 18 salas de vacinas com atendimento das 8h às 11h e das 13h às 16h30. “No mês de março é feita a intensificação da primeira dose. Então em março nós iremos em todas as escolas públicas e privadas fazendo a vacina, tanto das meninas quanto dos meninos”.

Há uma diferença de faixa etária. “A vacina é aplicada em meninas de 9 a 14 anos e em meninos de 12 a 13 anos. Todas as doses são registradas no cartão de vacina”, salientou.

O vírus HPV é transmitido por relação sexual e o objetivo da vacinação é proteger contra os cânceres de pênis, garganta e ânus, que são doenças diretamente ligadas ao HPV. A ideia é que as crianças sejam imunizadas antes do início da vida sexual.

“Esse ano foi introduzido a vacina do HPV para os meninos visto que o HPV, além do câncer de colo de útero, também provoca câncer de boca, câncer de órgãos genitais, então ajuda os meninos a se prevenirem também”, comentou Juliana.

Os meninos que vão se vacinar contra o HPV têm que tomar duas doses, com seis meses de intervalo entre elas. Para aqueles que vivem com HIV, é preciso apresentar prescrição médica e a faixa etária é mais ampla, 9 a 26 anos. São três doses no total, com intervalo de 2 e 6 meses para a segunda e a terceira dose, respectivamente.

Juliana Herrero falou ainda sobre o calendário de vacinação de Tangará da Serra para este ano. “A programação é que tenhamos a primeira intensificação do HPV em março e a segunda em setembro. Em abril a campanha da gripe, em junho a campanha da paralisia infantil e em agosto a campanha de multivacinação. Todas essas campanhas são avisadas antecipadamente à nossa população”.

A expectativa é imunizar em todo país mais de 3,6 milhões de meninos neste ano, além de 99,5 mil crianças e jovens de 9 a 26 anos vivendo com HIV/Aids.

​Tangará: vacinas contra HPV para meninos já estão disponíveis nas USF